sábado, 5 de fevereiro de 2011

ENTREVISTA COM THEO FAGUNDES.

Tal como o futebol, a música apresenta a cada dia uma nova cara para nos embalar com suas canções, interpretações e porque não, “Dribles” em nossas emoções.
O AI apresenta uma entrevista com um jovem talento, que com certeza já é um veterano das emoções noturnas de Itabuna e região.
Com voces…
THEO FAGUNDES…

Theo Fagundes (1)
AI - De onde Nasceu seu gosto pela música?
TF : Por mais estranho _ e místico_ que isso possa soar, o que posso testemunhar é que meu “gosto” pela Música nasceu em 27/04/1982, data de minha chegada nesse chão...em meu nascimento. Não consigo recordar uma só etapa de minha curta vida de 29 anos sem a presença da Música. Costumo dizer que “ainda não conheci ninguém tão louco, apaixonado pela Música como eu sou”. Sei que quem me vir tocando verá que ainda estou muito longe de justificar essa minha “doença e delírio”, mas continuo ouvindo muito, do melhor, e estudando mais ainda. Não tenho outro destino: ou sirvo à Música, ou morro...!
Theo Fagundes (2)
AI - Além de fazer barzinhos voce já participou de bandas e/ou pretende montar uma para shows em Teatros e fora de Itabuna?
TF : Sim. Na minha adolescência (dos 16 aos 26 anos) estive dentro do “movimento evangélico”, e nesse contexto participei da música na comunidade onde congregava (onde fui influenciado e direcionado pelo Maestro Wellington Johnson), e alguns anos depois fiz parte de um projeto musical chamado VTR (Venha Teu Reino), tocando com os músicos mais sensíveis, dinâmicos e criativos que conheci até agora. Participamos de eventos em estádios de futebol, no Centro de Convenções de Ilhéus, Congressos, e Festividades Religiosas Diversas: foi um período bastante profícuo.
Theo Fagundes (3)
AI - Como é a divulgação do artista de Itabuna (De cidades vizinhas) nos meios de comunicação?
TF : O que dizer? Basta somente acompanhar por uma semana nos principais veículos de nossa imprensa, e logo se perceberá que o “Artista Grapiúna” é um “espectro”, que mantêm-se “vistos” ainda através de alguns profissionais da esfera midiática que, por iniciativa própria incentivam e divulgam o que é produzido aqui e na região. Ainda preferimos acreditar na fantasia de que Salvador é o grande “Centro Cultural” da Bahia. Pelo amor de Deus!!! Em cada “buraco” de Itabuna (realidade de que posso testemunhar com propriedade) tem um aglomerado de gente boa, de qualidade, “fazendo arte artesanalmente”, com o perdão da redundância. Risos. Enfim, nossa divulgação não é, nem de longe, proporcional ao que se produz aqui. E olha que estou falando como músico: penam mais ainda meus amigos das Artes Cênicas, da Literatura, e a lista segue...! Depois ficam reclamando do “êxodo cultural”! Santa Paciência !!!
Theo Fagundes (5)
AI - O público itabunense gosta de que tipo de música?
TF : Pergunta de resposta difícil, por que me comprometerá _talvez_ em alguns lugares do circuito da música na cidade; mesmo assim minha devoção à Música e comprometimento com a mesma me garante a ousadia de dizer: o público itabunense ainda prefere a “música entretenimento”; aquela que faz você mexer as cadeiras, “comer água”, e que permita-o ausentar-se um tanto de questões pertinentes. Isso é um atentado contra aquilo que chamo de “tradição musical brasileira”, que é a de produzir um certo tipo de música que, independente da localidade, estilo, ritmo, ainda assim toca em questões importantes da vida comum tanto quanto da vida em coletividade. Estou negando o entretenimento? Jamais...! Agora, uma coisa é entreter-se sem diluir-se; e outra bem diferente é ver a música tornar-se “pano de fundo” de liberalidades, orgias populares, apelo descarado à sexualidade permissiva...! É o que eu percebo.
Penso que não preciso dizer que, como em todas as outras regras, essa também guarde sua própria exceção: têm muito músico decente, profissional no que faz, divertido sem ser permissivo, sério sem parecer arrogante...enfim, de inúmeras qualidades; e posso garantir que estes possuem seu próprio público particular, proporcional ao seu talento.
Theo Fagundes (6)
AI - O que teremos em breve de Theo Fagundes?
TF : Na 2ª semana de Fevereiro entrarei em processo de gravação, em uma parceria com o Estúdio Áudio DNA, que é um novo conceito de produção musical em Itabuna e Região. O CD conterá duas faixas próprias (entre elas um “samba-canção” que já toco na noite itabunense), e o restante será uma releitura daquilo que fez parte de minha formação musical ainda na infância: “Queen”; “Beatles”; “Pink Floyd”; “Europe”; “A-ha ”; “Scorpions”; “U2”; “Brian Adams”; “Bon Jovi”; “B.B.King”; “Iron Maiden”; “Mettallica”; “Rush”; “Dave Matthews Band”; “Gipsy Kings”, etc...! Pretendo lançar o projeto (que se chamará “Retrô”) entre a 2ª e a 4ª semana de Maio de 2011.
Theo Fagundes (7)
AI - Divulgue a sua agenda.
TF : Todas as 3ª feiras no “Boliche Gemini”, na Av.J.S.Pinheiro, à partir das 20:30 hs. Repertório diversificado.
Todas as 4ªs feiras no “Restaurante 4 Estações”, com o projeto “Quarta Retrô – Uma noite no túnel do tempo”. Sempre à partir das 19:00 hs. Repertório com canções dos anos 50 aos 90.
Ás 5ª,6ª, e Sábados a agenda fica sempre livre. Mesmo assim já possuo muita coisa agendada para esse mês. Prefiro deixar meu e-mail, pois todas as semanas envio a “Agenda Cultural” aos meus contatos (mpsfg12@hotmail.com e/ou amadoteo@gmail.com ).
AI - Agradecimentos.
TF : À Deus; que me concedeu o privilégio de carregar em mim essa “centelha da divindade entre os homens”: a Música. A Música sempre me transcendeu à uma perspectiva de esperança, à um “lugar existencial” que me permite enxergar lampejos de Deus entre os homens: mesmo que isso seja contrariado constantemente pela realidade mais imediata.
À minha Mãe; que desde cedo percebeu a “insanidade” do filho, me pondo a escutar desde cedo aqueles que até hoje são as minhas maiores influências musicais, inclusive Wolfgang Amadeus Mozart, e Ludwig Von Beethoven; e que ainda ficava toda abobalhada por que o filho de 5 ou 6 anos ficava acordado até a madrugada para assistir o programa de música clássica exibido na Rede Globo, “Concertos Internacionais”. Te amo, Dona “Ameliana”.
      À minha irmã, Millenna Rebecca; que confia em mim em todas as decisões que tomo, por mais radicais que sejam...e que me acompanha em quase todos os lugares em que toco.
Aos profissionais da “noite itabunense” (tanto músicos, quanto proprietários de restaurantes), que me incentivaram, tiveram a coragem de me “exibirem” em suas Casas, que me acolheram como a um filho. Entre tantos, destaco: Érica Savalli (4 Estações); Kinho e Zezinho (Boliche Gemini); Rosa e Marisa Mendes (Bar Medieval); Lyssa e Letícia (Restaurante Sheik); Lula, o homem da 2ª Feira mais badalada da Bahia...; e a meu grande mediador, parceiro musical, o maior “bongonista”, “cajónista”, “motorista”, e contabilista nas horas vagas (brincadeirinha...risos), Marcos Menezes “Tio Marcos”.
Um abraço carinhoso, desse mensageiro da esperança, do amor fraterno, e da revolução que somente a Música pode realizar; começando por um simples homem até alcançar uma série de gerações inteiras...!
Theo Fagundes.
 
 
Theo Fagundes (4)
Cidadão Show - Marquinhos Meneses - Sergio New - Theo Fagundes

Theo Fagundes (5)Theo Fagundes (6)Theo Fagundes (7)Theo Fagundes (1)Theo Fagundes (2)Theo Fagundes (3)

8 comentários:

Alan disse...

Po, esse camarada ai toca pa caralho... Conheço-o desde minha adolescencia e inclusive sou seu ex-cunhado... :D

Como ele realmente disse ai, nasceu e vive pra música...

tudo de bom ai na sua caminhada Matheus ...

fik na paz...

Rodrigo disse...

Srs,

Tive a oportunidade de conhecer esse verdadeiro artista que se chama Matheus e não tenho dúvidas de que muito breve ele vai estourar como um grande artista, cantor e compositor!!!!

Matheus, desejo a você os meus mais sinceros votos de SUCESSO!!!

Rodrigo Santana

CIDADÃO SHOW disse...

O músico Theo Fagundes é muito bom tive o privilégio de conhece-lo através de meu irmão quando tive em Itabuna já até tocamos juntos, figuraça. Meu rei continue assim sendo essa pessoa fantastica abraços e muito sucesso. Quando vier a Salvador por favor me procure não sou Jesus Cristo mas estou de braços aberto para recebe-lo, Abraços .

Silvano disse...

Grande artista,e grande promessa,pra nossa terra,vai na fé meu irmão,talento vc tem,só falta correr atraz e isso eu sei que vc faz,um grande abraço.silvano gonzaga.

JUBA disse...

vALEU GRANDE THEO NOTA 10 ! PARABÉNS.

Luciana disse...

E isso ai, sempre soube do seu potencial Matheus

qualquer hora apareço pra tomar aquele café

m junior

Léo Jorge disse...

Aê meu velho, tá bem na foto, no repertório,tá bem no talento,Deus lhe abençoe e siga em frente. Como diz Cralinhos Brown, fé em Deus e pé na tábua, o resto agente traça.
Um abraço.

Artistas de Itabuna disse...

Até o dia de hoje esperamos a ajuda do senhor: Rilson Dantas com as dicas para o visual do blog: Mas cremos que ele apenas criticou e foi embora, como parte normal dos brasieliros que criticam, criticam e produzem nada.
Valeu camarada pela dica, mas...
"NÃO PRODUZA 0% E EXIJA DOS OUTROS 100%"